florescer


2018 foi o ano que mais me machuquei.

terminei um relacionamento. isso doeu. abandonar algo que um dia fez tanto sentido e continuar dançando sozinho. me senti deslocado e todas minhas flores murcharam.
conheci pessoas que me fizeram florescer de novo, mas que logo em seguida pararam me dar água e me fizeram secar até todas as folhas caírem no chão. foi uma das piores sensações da minha vida. sério.
fechei meu corpo, ele se blindou sozinho na verdade. fiquei impenetrável, frio e as minhas cores que sempre vibravam se transformaram em tons pastéis. eu fiquei triste por longos dias, vivendo totalmente enroladinho nas minhas paranoias, e o pior, dando espaço pra elas se desenvolverem.

chorei. sorri. bebi. fumei. dancei.

aos poucos as mesmas lágrimas que caíam dos meus olhos serviram para hidratar minhas raízes, e aos poucos novos brotos foram aparecendo e se desenvolvendo. amigos que serviam de sol e calor e que mesmo sem perceber me ajudaram muito a fazer a fotossíntese. isso foi muito importante e sem dúvidas o auge até agora: amigos!

me restabeleci e naturalmente passei por diversos períodos. dias frios. dias alegres. dias chuvosos. dias banhados de raios de sol. e segui sem esperar muito, apenas enviando energias ao universo, dessa vez eu tinha plena certeza que tudo iria dar certo, e deu.

sem muito perceber comecei florescer e os primeiros frutos apareceram. e está sendo lindo! óbvio que é uma batalha diária contra pragas e insetos que tentam diariamente me afetar de alguma forma, mas isso nunca vai ser diferente, é sempre assim.

é incrível olhar para trás agora e ver que todas as coisas ruins serviram de adubo e agora me fortalecem. não acredito que foram necessárias, mas aconteceram, e ajudaram a me tornar mais forte. e é desse jeitinho que tem que ser. o mundo vai continuar girando, então, ficar parado não é uma opção.


saintherick

Comentários

Postagens mais visitadas